João Bozó faleceu neste sábado (26). Foto: Internet

João Bozó faleceu neste sábado (26). Foto: Internet

João Olegário de Sousa (João Bozó) faleceu neste sábado (26) em Serra Talhada. Nascido em Sumé (PB), filho de Crisanto Olegário de Sousa e Blandina Maciel de Sousa, radicou-se em São José do Egito ainda jovem.

Funcionário público estadual aposentado, era certamente um dos cidadãos egipcienses mais conhecidos e de uma alegria contagiante. Sua gargalhada era uma de suas características nas rodas de conversas com seus amigos.

Há alguns anos sofreu um AVC que debilitou sua saúde. Durante muitos anos empreendeu na Rua da Baixa o bar O Carreteiro. João Bozó sempre participou da vida política de São José do Egito e costumeiramente se envolvia nas campanhas.

Teve 14 irmãos, entre eles os poetas Bio Crisanto e Macilon Olegário de Sousa, ambos falecidos.

Deixa como viúva a senhora Neide, Pai de três filhos: Rosineide, Carlos Roberto e Rebeka. Deixou também alguns netos.

João Bozó era uma figura ímpar, de um humor contagiante e tinha a resposta na ponta da língua e muitas vezes na resposta vinha uma verdade profunda. Era envolvente e persuasivo. Gente do bem; sempre tinha algo de bom e positivo pra dizer.

luto

Nota de pesar da Prefeitura de São José do Egito

 

É com enorme tristeza que o governo municipal de São José do Egito, comunica o falecimento do Diretor de Turismo da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes, Dioclecio Mandú de Oliveira (Conhecido por Dioclecio de Binhas). Ao mesmo tempo em que se solidariza à família e amigos nesse momento de dor e sofrimento.

Que Deus o receba no reino dos céus e dê o conforto necessário aos familiares.

Comunica também que o prefeito constitucional de São José do Egito, Evandro Valadares, decreta luto oficial de 3 dias em todo município.

 

Prefeitura de São José do Egito

__________________

Nota de pesar do prefeito de São José do Egito Evandro Valadares

 

São José do Egito está de luto pela morte de um grande cidadão egipciense, que nas suas mais de 5 décadas de vida levou alegria por onde passou, mais que isso, contribuiu com o desenvolvimento de nossa cidade e região. Dioclecio Mandú de Oliveira, sua partida deixa um grande vazio em São José do Egito, mas sua força de vontade, sua garra e seu empreendedorismo já são marcas na historia de nossa cidade.

Que nosso pai criador, te receba no reino dos céus de braços abertos, como você sempre acolheu à todos.

Minha solidariedade à família nesse momento de tanta dor, que Jesus Cristo os dê o conforto necessário.

 

Evandro Perazzo Valadares

Prefeito Constitucional

pmsje_decreto_luto_dioclécio

Dioclécio estava internado no Procap, em Recife. Empresário deixa 5 filho. Foto: Reprodução/Facebook

Dioclécio estava internado no Procap, em Recife. Empresário deixa 5 filho. Foto: Reprodução/Facebook

Faleceu neste domingo no Hospital do Coração (Procap) em Recife o empresário egipciense Dioclécio Mandú de Oliveira, 52 anos. Filho de Binhas da boate e de dona Das Dores, deixou cinco filhos.

Dioclécio de Binhas, como era conhecido, era empresário do ramo do entretenimento, com promoção de festas principalmente com bandas de forró. Sua atuação se dava principalmente em Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Os prefeitos de Itapetim e Brejinho, Adelmo Moura e Tânia Maria, respectivamente, lamentaram a morte do empresário e decretaram luto oficial. Já os ex-prefeito das duas cidades, Arquimedes Machado e José Wanderlei também ficaram comovidos com a perda.

O corpo de Dioclécio chega na manhã desta segunda-feira (27) em São José do Egito  e o velório será no Clube do Binhas.

Em breve, informações sobre local e hora do sepultamento.