As fortes chuvas que atingiram o Pajeú também chegaram ao Cariri paraibano. Nossa redação fez uma coleção de fotos através de pesquisas em blogs das duas regiões. O volume de água em alguns locais impressiona, principalmente ambas ainda estando com muitos municípios apresentando sérios problemas de abastecimento.

Em São José do Egito curiosos esperaram na ponte que dá acesso ao povoado Grossos a chegada da água no Rio Pajeú após a barragem de São Vicente estourar. As fotos e o vídeo foram obtidos por Jaquinho Batista e enviadas aos blogs Geraldo Palmeira e Marcello Patriota.

ponte dos grossos_01

rio pajeú - grossos

Veja o vídeo:

O Rio Pajeú, no trecho próximo ao Sitio Lagoa do Mato, perto do povoado Curralinho e da Fazenda São Pedro, em São Jose do Egito, recebeu muita água principalmente porque barragens estouraram em seu percurso, entre elas a do distrito São Vicente, em Itapetim. As fotos a seguir foi obtida por Lucivânia Araújo / Blog Marcello Patriota.

rio pajeú_sje_01

rio pajeú_sje_02

As próximas imagens, que estampam os blogs do Pajeú, mostram como ficou o açude de São Vicente e trecho da PE 263, que dá acesso a esse distrito de Itapetim. Fotos: Whatsapp/Blog Marcello Patriota

barragem são vicente_01

barragem são vicente_02

Nas primeiras horas desta quinta-feira (13) chuva e ventania provocaram estragos no Centro de Monteiro (PB). Foto: Blog Cariri Ligado

monteiro

Após chuvas intensas em Desterro e mais moderadas em Taperoá, municípios paraibanos, o Rio Taperoá transbordou e a água segue para o açude de Boqueirão, que abastece diversas cidades do estado. Fotos: Blog De Olho no Cariri

rio taperoá_01

rio_taperoá_02

O açude de Sumé (PB) recebeu grande quantidade de água após as chuvas na quarta (12) e na madrugada desta quinta (13). A barragem recebeu quase três metros de água. Foto: Blog Cariri Ligado

açude sumé

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Entre a quarta-feira (21) e quinta (22) foram registradas chuvas em 33 municípios paraibanos. Os dados são da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). Os maiores índices pluviométricos nas primeiras 24 horas do verão ocorreram no Agreste e a cidade onde mais choveu foi Solânea: 31 milímetros.

Registros de chuvas significativas em Bananeiras (28,8 mm), Logradouro (29 mm), Pirpirituba (27 mm), Caiçara (22 mm) e Belém (21,5 mm). “Uma grande parte do Nordeste do Brasil contínua instável.

Neste período uma grande parte do Nordeste continua com tempo instável. Essa instabilidade é devido ao aumento da nebulosidade que provoca a ocorrência de chuvas em áreas localizadas da Paraíba.

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

Entre a terça-feira (13) e esta quarta-feira (14) choveu em oito municípios da Paraíba, de acordo com dados divulgados pela Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). Todos os municípios onde as chuvas caíram ficam no Sertão e, segundo a Aesa, poderá ocorrer mais chuvas na região sertaneja nas próximas horas.

Conforme a agência de meteorologia, a maior precipitação foi em Lagoa onde choveu 25,7 mm, seguido de Santa Cruz (18,4 mm), Cachoeira dos Índios (16,5 mm), Pombal (6,5 mm), Catingueira (3,0 mm), Conceição (2,5 mm), Bonito de Santa Fé (1,5 mm) e Pedra Branca (1,5 mm).