Os céus do Brasil foram iluminados neste domingo (16) pela primeira superlua de uma sequência de três que ocorrerão neste fim de ano. O fenômeno ocorre quando a Lua cheia coincide com o período de maior proximidade com a Terra, o chamado perigeu. Por isso ela aparecerá maior do que estamos acostumados.

A superlua é considerada um fenômeno comum – tanto é que teremos três seguidas neste fim de ano.

O tamanho e o brilho do evento, que ocorre em média seis vezes por ano (também em luas novas), são variáveis.

A superlua foi clicada em São José do Egito pela jornalista Nádia Géorgia. Confira abaixo a foto!

superlua-foto-de-nadia-georgia-sje-16-de-outubro-de-2016-edicao

Esta bela composição foi obtida pelo jovem Gabriel Alves no final da tarde deste domingo, 16 de outubro de 2016. Ele estava no Monte da Igrejinha e registrou esta cena deslumbrante de São José do Egito.

Você também pode enviar fotos da sua cidade. Saiba em “Contato” as formas de envio.

Clique na foto para ampliá-la!

a-foto-do-dia-por-do-sol-em-sje-visto-do-monte-da-igrejinha-gabriel-alves-16-de-outubro-de-2016-edicao

O fotógrafo Josimar Matos obteve esta linda imagem aérea de um dos pontos mais conhecidos de São José do Egito: Monte da Igrejinha. É lá que todo dia 15 de agosto acontece uma das missas mais tradicionais do Pajeú. A face do Monte em primeiro plano é como estamos acostumados a visualizar de qualquer parte da cidade.

Clique na imagem para ampliá-la!

a-foto-da-semana-por-josimar-matos-sje-monte-da-igrejinha-postagem-em-15-de-outubro-de-2016

Na manhã desta terça, 11, dezenas de vaqueiros promoveram ato em São José do Egito contra a proibição da vaquejada. Em 11 estados e no Distrito Federal aconteceram movimentos semelhantes contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que pode tornar a vaquejada ilegal em todo o país. Na semana passada o STF derrubou uma lei no Ceará que legalizava o esporte.

Após cavalgarem por diversas vias tiveram a Wafredo Siqueira (Rua da Baixa) como base para diversos pronunciamentos.

A vaquejada é uma atividade recreativa-competitiva com características de esporte do Nordeste brasileiro, no qual dois vaqueiros a cavalo têm de alinhar o animal (boi) até emparelhá-lo entre os cavalos e conduzi-lo ao objetivo (duas últimas faixas de cal do parque de vaquejada), onde o animal deve ser derrubado.