A Prefeitura de São José do Egito faz investimento pesado em saúde. Mesmo em final de gestão, o governo municipal equipa Hospital Maria Rafael de Siqueira e unidades básicas. Foram comprados equipamentos e automóveis que totalizam R$ 964.087,50 (novecentos e sessenta e quatro mil, oitenta e sete reais e cinquenta centavos).

pmsje-equipamentos-saude-novembro-2016

Alguns dos itens comprados (clique para ampliar). Arte: Ascom PMSJE

Nos últimos dias o que se vê são o itens dessa grande compra chegando aos seus locais de destino. A população já começa a usufruir de mais condições de atendimento e os profissionais ganham melhor estrutura para trabalhar.

Para se ter ideia, apenas exemplificando, foram adquiridas 35 camas hospitalares fawler elétricas e duas camas PPP que, juntas, totalizam R$ 227.050,00 (duzentos e vinte e sete mil e cinquenta reais), 23 poltronas hospitalares que somam R$ 13.754,00, um grupo gerador no valor de R$ 98.000,00, um processador de filmes radiográficos que custou R$ 27.900,00, mesa ginecológica elétrica por R$ 11.600,00, mesa cirúrgica elétrica por R$ 39.000,00, incubadora de transporte neonatal por R$ 24.530,00, berço aquecido por R$ 8.900,00, aparelho para fototerapia (icterícia/neonatologia) por R$ 3.400,00, analisador bioquímico no valor de R$ 54.900,00, além de equipamentos odontológicos, para o laboratório e de apoio.

Nesta última quarta-feira (16) chegaram a São José do Egito mais quatro automóveis 0 Km adquiridos para a Secretaria de Saúde. Foram 3 sedans e 1 minivan que somados custaram R$ 211.600,00 (duzentos e onze mil e seiscentos reais).

pmsje-novos-carros-saude-novembro-2016

Novos carros para a Secretaria de Saúde. Arte: Ascom PMSJE

Para a Atenção Básica ainda foram adquiridos 20 computadores, 24 notebooks, 17 impressoras laser, 17 autotrafos (transformadores), 04 nobreaks, 04 projetores multimídia, 04 telas de projeção retrátil que, juntos, totalizaram R$ 139.011,00.

De acordo com o prefeito Dr. Romério Guimarães “a estrutura da saúde no Berço Imortal da Poesia foi amplamente renovada; esse investimento, através dos novos equipamentos e veículos, torna possível a realização de muitos procedimentos, inclusive dando mais conforto a pacientes e profissionais da área”.

Além dessas compras de quase um milhão de reais a Prefeitura inaugurou há poucos dias a ampliação da Unidade Básica de Saúde da Vila do Espírito Santo (Serra do Machado) e até o final do ano entregará à população do povoado Mundo Novo a reforma e ampliação do seu posto de saúde.

injecao

Estudo aponta que medicamento injetável teve eficácia alta, sinalizando avanço no desenvolvimento do contraceptivo masculino

Testes do que pode vir a ser um anticoncepcional masculino feitos com dezenas de casais registram eficácia de 96 por cento. Índice comparável à da pílula para mulheres.

 

O estudo, coordenado pela Organização Mundial da Saúde, envolve centros de pesquisas de oito países. E os resultados foram publicados em uma das revistas científicas mais tradicionais do mundo.

 

Uma injeção que combina hormônios freia a produção de espermatozoides. E quando o casal decidir que é hora de engravidar, é, sim, possível, reverter o efeito do medicamento.

 

Porém, os efeitos colaterais, por mais que já fossem esperados, preocupam os cientistas, que inclusive encerraram essa fase de testes antes do previsto.

Alguns pacientes apresentaram, por exemplo, alteração emocional, queda ou um maior desejo sexual e aumento de espinhas.

 

Ainda assim, de cada 10 participantes, oito disseram que usariam o anticoncepcional.

com-adm-alepe-26102016-foto-joao-bita

Foto: João Bina / Alepe

A Secretaria Estadual de Saúde poderá ser obrigada a disponibilizar, em sua página na internet, a relação de médicos com suas respectivas cargas horárias de trabalho nas unidades de saúde em Pernambuco. A imposição está no Projeto de Lei (PL) n° 857/2016, aprovado pela Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco nesta quarta (26), nos termos do Substitutivo n° 01 da Comissão de Justiça.

 

Autor da proposição, o deputado Ricardo Costa (PMDB) alegou que o objetivo da iniciativa é democratizar o acesso à informação, permitindo assim que a população fiscalize a Administração Pública. “É direito do cidadão saber os horários de atendimento de profissionais de saúde do SUS, tanto para contribuir com o controle do cumprimento de horários como para evitar esperas, ausência de atendimento ou filas desnecessárias”, explicou em justificativa anexada à matéria.

 

O entendimento foi compartilhado pelo relator do PL, deputado Lucas Ramos (PSB). “A obrigação permitirá o cumprimento do princípio constitucional da publicidade, facilitando, ainda, que a população promova o controle social do serviço”, alegou. O parlamentar ressaltou que, caso aprovada em Plenário, a norma precisará passar por regulamentação do Poder Executivo, que especificará, dentre outros pontos, as penalidades administrativas cabíveis em casos de descumprimento.

 

Reajuste na educação – Conduzida pelo vice-presidente do colegiado, deputado Adalto Santos (PSB), a Comissão de Administração ainda deu parecer favorável a outras sete matérias e distribuiu para relatoria 14 proposições. Dentre estas está o PL n° 1.042/2016, que reajusta os vencimentos de professores, analistas e assistentes administrativos da rede estadual de Educação. Encaminhado pelo governador Paulo Câmara, o projeto será relatado, neste colegiado, pelo vice-líder do Governo, deputado Lucas Ramos.