joao-paulo-e-geraldo-julio-fotos-de-gustavo-bezerra-pt-humberto-pradera-psb
João Paulo (PT) e Geraldo Júlio (PSB) Fotos de Gustavo Bezerra/PT – Humberto Pradera/PSB

O último debate entre o prefeito Geraldo Julio (PSB) e o ex-prefeito João Paulo (PT), candidatos à Prefeitura do Recife, foi morno, com uma sucessão de comparações entre as duas administrações. Os dois enfrentaram-se na noite desta sexta-feira (28), na TV Globo.

As críticas –bem mais contidas que no debate do dia anterior– se deram quando o candidato do PT comentava a atual administração e quando Geraldo analisava os oito anos em que João Paulo administrou a cidade.

As polêmicas começaram quando eles trataram dos índices de segurança e das condições das escolas municipais.

“A única fez que o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) teve queda foi durante a gestão dele”, criticou Geraldo Julio.

“O candidato tenta esconder a péssima realidade da educação na cidade do Recife”, rebateu João Paulo.

O ex-prefeito do Recife lembrou o aumento da insegurança na cidade. O atual prefeito culpou a crise econômica como motivo para o crescimento da violência e disse que a culpa disso era do PT.

Geraldo Julio voltou a ser chamado de “vendedor de ilusões” e “ingrato” por João Paulo. “Ele é um ingrato declarado”, afirmou o petista.

“Você desconhece tudo o que o PT faz. Você trabalhou no nosso governo.

Você teve quadros do nosso governo. Você tenta desconhecer tudo o que fizemos aqui”, disse, chamando o candidato do PSB de “robozinho”, por causa do estilo de fala do prefeito.

O candidato do PSB ironizou o adversário. “O candidato do PT já começa a perder a calma”, disse Geraldo. “Nada do que a gente fez presta. Ele bota gosto ruim em tudo.”

Enquanto João Paulo listava recursos federais repassados para o município e não utilizados, segundo o petista, Geraldo Julio citava obras nacionais não concluídas pelas administrações dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

João Paulo também acusou Geraldo Julio de “maldade” com os servidores municipais. Geraldo Julio disse ter feito “muitos concursos”, além de ter concedido reajuste acima da inflação.

Pesquisa Datafolha divulgada na terça-feira (25) aponta que Geraldo Julio tem 59% das intenções de votos válidos contra 41% de João Paulo Lima (PT). O resultado é praticamente igual ao da pesquisa anterior, de 11 de outubro, que apontava Geraldo com 58% contra 42% de João Paulo.

Considerando os votos gerais, incluindo brancos, nulos e indecisos, o prefeito subiu de 47% para 50% das intenções de voto. O petista manteve 34%.

 

 

Fonte: Uol / Daniel Carvalho

Candidatos do Recife fazem debate morno com comparação de administrações
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *