Carnaval 2017: Apenas músicos pernambucanos ou que tenham atuação cultural no Estado serão aceitos dentro das categorias. Foto: Reprodução
Carnaval 2017: Apenas músicos pernambucanos ou que tenham atuação cultural no Estado serão aceitos dentro das categorias. Foto: Reprodução

Está decidido: Artistas de forró eletrônico, forró estilizado, brega, swingueira, arrocha, funk, sertanejo e pagode estilizado não poderão se inscrever na convocatória do Governo de Pernambuco para o Carnaval de 2017. A decisão faz parte de um pacote de medidas da Secretaria de Cultura, através da Fundarpe e da Empetur que, no próximo ano, irão segmentar os recursos do Estado para ritmos específicos na folia.

 

Segundo o texto, 30% do orçamento serão para cultura popular, 40% para representantes da música da tradição carnavalesca, 10% para as orquestras de frevo e 20% para a música popular brasileira. Apenas músicos pernambucanos ou que tenham atuação cultural no Estado serão aceitos dentro das categorias.

 

Caso as prefeituras queiram fazer diferente não tem problema, mas o Estado vai usar a janela do Carnaval para ajudar quem precisa mais. O secretário de Cultura de Pernambuco Marcelino Granja foi enfático: “Não estamos dizendo o que é música popular ou não, mas os ritmos que deixamos de fora já têm outros privilégios durante o ano todo”.

Forró eletrônico, brega, sertanejo e swingueira fora do Carnaval de Pernambuco 2017
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *