Recife: 16ª posição no ranking de cidades mais vulneráveis do mundo quando se trata de mudança climática. Foto: Reprodução
Recife: 16ª posição no ranking de cidades mais vulneráveis do mundo quando se trata de mudança climática. Foto: Reprodução

Reduzir a erradicação de árvores e apostar em combustíveis mais limpos são duas das medidas que a Prefeitura do Recife promete adotar a partir de agora para sair da 16ª posição no ranking de cidades mais vulneráveis do mundo quando se trata de mudança climática. O plano foi anunciado na manhã desta segunda-feira (26) pela gestão municipal.

O Plano de Redução de Gases de Efeito Estufa (GEE) foi elaborado com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) e aponta as principais ações de combate às mudanças do clima na Capital.

Segundo o levantamento mais recente, foi registrada na capital uma redução de 266,9 mil toneladas de gás carbônico, entre os anos de 2014 e 2015. No entanto, eventos como a Copa do Mundo, com mais voos, e a ampliação do consumo de eletricidade, agravaram o cenário ambiental.

Conforme a PCR, o plano será construído, mapeando as necessidades e áreas que mais precisam de atenção. Serão feitas campanhas de conscientização, mitigação de impactos e adaptação de efeitos irreversíveis.

No conjunto estão também a adoção da bicicleta, energia solar, reciclagem e a construção de mais áreas verdes. A ideia é de que sejam políticas do poder público e também da iniciativa privada.

 

Da FolhaPE

Recife anuncia plano para reduzir riscos da mudança climática
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *