David Heymann durante a coletiva desta sexta-feira. Foto: Reprodução/OMS/Facebook
David Heymann durante a coletiva desta sexta-feira. Foto: Reprodução/OMS/Facebook

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (18) em Genebra, na Suíça, a OMS (Organização Mundial da Saúde) anunciou que o vírus da zika e seus transtornos neurológicos associados não são mais uma emergência sanitária internacional. No entanto, a comissão disse que deverá continuar com uma “ação endurecida” contra todas as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Estavam presentes o presidente do Comitê de Emergências da OMS, David Heymann, e o especialista Pete Saloman, que informaram que desde fevereiro a organização tem dado uma “robusta reposta ao vírus” e que um novo grupo será escalado para continuar os trabalhos.

Com o fim da emergência para o controle do vírus da zika, essa nova equipe deverá criar um programa a longo prazo a ser instalado pela OMS. Neste ano, a epidemia afetou mais de 75 países e, no Brasil, gerou mais 200 mil casos reportados ao Ministério da Saúde. (AG)

OMS diz que zika não é mais emergência sanitária internacional
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *