As provas foram aplicadas em 418 locais em 165 municípios. Imagem ilustrativa

As provas foram aplicadas em 418 locais em 165 municípios. Imagem ilustrativa

As provas do primeiro dia da segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) “foram realizadas com sucesso”, avaliou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A aplicação do teste contou com monitoramento, além do Ministério da Educação (MEC), das polícias estaduais e Federal, do Exército e de outros parceiros.

“Não foram registradas intercorrências graves em nenhum dos 418 locais de aplicação”, informou, em nota, o Inep.

Hoje (3), os estudantes tiveram quatro horas e 30 minutos para responder a 90 questões das áreas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias. As provas foram aplicadas em 418 locais em 165 municípios. Não há exame apenas em quatro estados: Roraima, Acre, Amazonas e Amapá.

Ausências

O Inep ainda não divulgou um balanço da segunda aplicação. Isso será feito amanhã (4).

No entanto, segundo a autarquia, na manhã de hoje (3), a 3 horas do início do exame, cerca de 27% dos inscritos não haviam sequer acessado o cartão de confirmação, que indica o local de prova.

A primeira aplicação do Enem foi nos dias 5 e 6 de novembro e registrou o maior índice de ausências desde 2009 – 30% dos candidatos aptos a fazer o exame na data.

Segunda aplicação

O Enem foi aplicado no início de novembro para 5,8 milhões de candidatos, mas 277.624 tiveram o exame adiado, o que custou aos cofres públicos um adicional de R$ 10,5 milhões.

De acordo com o Inep, do total de candidatos inscritos para a segunda aplicação, 273.521 (98,52%) não puderam participar do Enem regular por causa das ocupações em escolas, universidades e institutos federais, e 4.103 (1,47%) foram afetados por contingências como interrupção do fornecimento de energia elétrica.

 

Da Agência Brasil

A Escola Municipal Baraúnas foi homenageada nesta sexta-feira (02 de dezembro de 2016) em sessão solene na Câmara de Vereadores de São José do Egito. O Saojosedoegito.Net conversou com o vereador Albérico Tiago (PR), com o prefeito Romério Guimarães (PT) e também com a diretora de Baraúnas, Elaine de França. A escola tem conquistado diversos prêmios importantes, entre eles o de Melhor Gestão Escolar de Pernambuco.

Câmara de Vereadores homenageia Escola Municipal Baraúnas. Foto: AMC

Câmara de Vereadores homenageia Escola Municipal Baraúnas. Foto: AMC

Na noite desta sexta-feira (02) a Escola Municipal Baraúnas foi homenageada em sessão solene da Câmara de Vereadores de São José do Egito. Com a presença do prefeito Romério Guimarães (PT), do presidente do Poder Legislativo local José Vicente (PSC) e outros parlamentares, da secretária de Educação Acidália Xavier, das gestoras do educandário em questão – Elaine de França e Maria de Lourdes, e de diversos professores e estudantes, a solenidade marcou mais um momento importante na trajetória desta instituição de ensino.

Baraúnas se localiza na zona rural de São José do Egito; está a 20 Km da cidade. Nos últimos anos vem conquistando prêmios importantes. O último deles, Melhor Gestão Escolar de Pernambuco, proporcionou projeção no segmento educacional.

A sua diretora, Elaine de França Brito, pela conquista do prêmio, participou do Intercâmbio Internacional de Experiência Educacionais nos Estados Unidos, promovido pela Unesco e Embaixada Americana, no período de 13 a 28 de novembro passado.

O autor do requerimento de homenagem à Escola Municipal Baraúnas foi o vereador Albérico Tiago (PR).

20161202_163044 20161202_202306 20161202_202606 20161202_202825 20161202_203352 20161202_205434

Hospital Infantil, em Patos (PB), pode ser interditado. Foto: Reprodução/Google - Street View

Hospital Infantil, em Patos (PB), pode ser interditado. Foto: Reprodução/Google – Street View

O Hospital Infantil Noaldo Leite, em Patos, corre risco de ser interditado, conforme divulgado pelo Conselho Regional de Medicina (CRM-PB) nesta sexta-feira (2). A medida pode ser tomada devido à falta de anestesiologistas no plantão da unidade. A previsão do CRM-PB é de que o atendimento seja suspenso já na próxima semana caso a situação não seja regularizada.

Em comunicado à imprensa, o CRM-PB divulgou que recebeu ofício assinado por um grupo de cirurgiões que atende na unidade hospitalar informando que as cirurgias serão paralisadas até que sejam contratados anestesiologistas para o hospital.

De acordo com o diretor de Fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, atualmente, não há profissionais de plantão na unidade. “O que apuramos em vistorias, juntamente com a Polícia Federal, é que o hospital dispõe apenas de anestesiologista em sobreaviso, que são convocados quando há necessidade de algum procedimento cirúrgico. Um hospital de emergência não pode funcionar desta forma”, destacou João Alberto.

O diretor explicou que, caso a contratação de anestesiologistas de plantão não seja efetivada até a próxima semana, o hospital será eticamente interditado e os médicos da unidade não poderão prestar qualquer tipo de atendimento.

“Essa é uma medida drástica e o conselho não tem interesse em interditar eticamente os médicos, porém da maneira que o hospital está funcionando não há segurança nem para os pacientes nem para os profissionais, que podem sofrer sanções judiciais caso não prestem o serviço adequadamente”, explicou.

O impasse envolvendo o Hospital Infantil Noaldo Leite teve início em março, quando uma criança faleceu após esperar oito horas por uma cirurgia, que não foi realizada em tempo hábil porque o anestesiologista, em sobreaviso, não conseguiu chegar à unidade antes do agravamento do estado de saúde do paciente.

O Hospital Infantil Noaldo Leite é o único na região de Patos com referência no atendimento de emergência e clínica-cirúrgica em pediatria. Com a interdição ética médica, dezenas de cirurgias e atendimentos serão suspensos.

Do Portal Correio

Este ano o programa CNH Popular irá beneficiar 4.504 cidadãos de Pernambuco. Foto: Reprodução

Este ano o programa CNH Popular irá beneficiar 4.504 cidadãos de Pernambuco. Foto: Reprodução

O prazo de inscrições para a temporada de 2016 da CNH Popular está terminando. O programa promovido pela Secretaria das Cidades, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, foi aberto no dia 16 de novembro e irá até o domingo, dia 4.  Mais de 100 mil pessoas, da Região Metropolitana do Recife (RMR) e interior do Estado, estão inscritas. O cidadão pode se inscrever no site www.detran.pe.gov.br.

 

Este ano, o programa irá beneficiar 4.504 cidadãos de Pernambuco. Tendo eles, oportunidade para obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação – CNH de forma gratuita. O Programa CNH Popular atende, também, renovação, adição e mudança de categoria. Esta rodada beneficia, exclusivamente, candidatos à CNH para conduzir veículos de duas rodas (categoria A) e automóvel (categoria B). O resultado da classificação estará disponível no site Detran-PE, a partir do dia 14 de dezembro.

 

O programa CNH Popular foi criado em 2008 e, desde então, já investiu mais de cem milhões de reais, habilitando mais de cem mil cidadãos pernambucanos a custo zero.