Carnaval 2017: Apenas músicos pernambucanos ou que tenham atuação cultural no Estado serão aceitos dentro das categorias. Foto: Reprodução

Carnaval 2017: Apenas músicos pernambucanos ou que tenham atuação cultural no Estado serão aceitos dentro das categorias. Foto: Reprodução

Está decidido: Artistas de forró eletrônico, forró estilizado, brega, swingueira, arrocha, funk, sertanejo e pagode estilizado não poderão se inscrever na convocatória do Governo de Pernambuco para o Carnaval de 2017. A decisão faz parte de um pacote de medidas da Secretaria de Cultura, através da Fundarpe e da Empetur que, no próximo ano, irão segmentar os recursos do Estado para ritmos específicos na folia.

 

Segundo o texto, 30% do orçamento serão para cultura popular, 40% para representantes da música da tradição carnavalesca, 10% para as orquestras de frevo e 20% para a música popular brasileira. Apenas músicos pernambucanos ou que tenham atuação cultural no Estado serão aceitos dentro das categorias.

 

Caso as prefeituras queiram fazer diferente não tem problema, mas o Estado vai usar a janela do Carnaval para ajudar quem precisa mais. O secretário de Cultura de Pernambuco Marcelino Granja foi enfático: “Não estamos dizendo o que é música popular ou não, mas os ritmos que deixamos de fora já têm outros privilégios durante o ano todo”.

Júnior será presidente da Casa José Jordão Neto pela 3ª vez. Foto: TSE

Júnior de Diógenes. Foto: TSE

Parlamentar pelo 3º mandato consecutivo, Júnior de Diógenes (PSB), foi eleito com 708 votos (7,88%,) e também pela terceira vez vai ocupar a presidência da Câmara de Vereadores de Itapetim.

 

Junior, em reunião com os vereadores eleitos Carlos Nunes, Jordânia Siqueira, Clodoaldo Lucena, Romão de Piedade e Jacinto Lucena, em comum acordo, e por unanimidade entre os seis vereadores da situação, foi escolhido para presidir a Casa José Jordão Neto no biênio 2017/2018.

 

Junior de Diógenes é filho do ex-vereador Diógenes Paes, já falecido.

 

 

Com informações de Marcello Patriota

 

O ministro da Educação, Mendonça Filho, encerra 2016 levando para todos os estados do Brasil o modelo pernambucano de escolas em tempo integral, que ajudou a implantar, quando foi vice-governador de Jarbas Vasconcelos. Mendonça lançou uma política de indução de escolas em tempo integral com investimento de R$ 1,5 bilhão em todo o País. Na próxima quinta-feira (29), às 10h, no Palácio do Campos das Princesas, formaliza a adesão de Pernambuco ao programa do MEC. O Estado vai ganhar mais 31 escolas nesse formato.

O modelo pernambucano começou no Governo Jarbas, com Mendonça coordenando a implantação dos centros de ensino experimental. O sistema continuou com Eduardo Campos, João Lyra e Paulo Câmara. Hoje, Pernambuco é o Estado com maior rede de escolas no regime integral e virou modelo nacional.

“Educação não pode ter cor partidária. Com esse modelo Pernambuco conseguiu sair da 21 posição no Ideb há cerca de 12 anos, para o primeiro lugar este ano.”, lembrou Mendonça.

 

Da FolhaPE

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) terá um novo visual e mais requisitos de segurança a partir do dia 2 de janeiro de 2017. Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito, de maio deste ano, deu prazo até 31 de dezembro para que os departamentos nacionais de Trânsito dos estados e do Distrito Federal se adequem aos novos procedimentos.

Produzida por empresas credenciadas, em modelo único, a CNH terá papel com marca d´água, tintas de variação ótica e fluorescente e imagens secretas. Os itens de controle de segurança incluem ainda mais elementos em relevo e em microimpressão. O fundo do documento também ficará mais amarelado. A tarja azulada que fica no topo do documento passará a ser preta e trará o mapa do estado responsável pela emissão do lado direito. No lado esquerdo, sob o Brasão da República, aparecerá a imagem do mapa do Brasil.

CNH ganha novo visual e mais itens de segurança a partir de janeiro. Arte: Divulgação

CNH ganha novo visual e mais itens de segurança a partir de janeiro. Arte: Divulgação

A nova Carteira terá ainda duas sequências de números de identificação nacional – Registro Nacional e número do Espelho da CNH – e uma de identificação estadual – número do formulário do Renach (Registro Nacional de Condutores Habilitados). As mudanças serão válidas para os documentos expedidos a partir de 2017.

É importante lembrar que os condutores não precisam fazer a troca, pois os documentos atuais serão reconhecidos até a validade ou até que o condutor solicite alguma alteração de dados. A mudança impacta apenas a aparência da CNH. Os procedimentos para obter a habilitação permanecem os mesmos.

A Mesa Diretora tem a atribuição de dirigir os trabalhos legislativos e os serviços administrativos da CâmaraFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Mesa Diretora tem a atribuição de dirigir os trabalhos legislativos e os serviços administrativos da CâmaraFabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A eleição para o cargo de presidente da Câmara e dos demais integrantes da Mesa Diretora foi marcada para o dia 2 de fevereiro. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou o cronograma em ofício encaminhado aos líderes dos partidos. O mandato dos eleitos será de dois anos.

Além da presidência da casa, mais dez cargos estarão em disputa: duas vice-presidências, quatro secretarias e quatro suplências de secretaria. A Mesa Diretora tem a atribuição de dirigir os trabalhos legislativos e os serviços administrativos da Câmara.

O prazo para o registro das candidaturas termina às 23h do dia 1º de fevereiro. Os partidos terão até as 12h desse mesmo dia para formar blocos parlamentares para concorrer à eleição. Às 15h, será realizada a reunião de líderes para definir a divisão dos cargos da Mesa Diretora. Qualquer deputado pode ser candidato à presidência da Casa. Os demais cargos da Mesa são distribuídos de acordo com a proporcionalidade partidária. Assim, os partidos ou blocos escolhem os cargos que pretendem ocupar. Podem disputar o voto apenas parlamentares do partido ou bloco a que cabe a vaga.

A eleição

Na eleição da Câmara, a votação ocorre em urnas eletrônicas usadas nos pleitos nacionais. No início da sessão para a eleição da Mesa, é uma tradição que cada candidato à presidência da Casa discurse.

Para ser eleito em primeiro turno para a presidência, o candidato terá de obter metade mais um do total de votos – maioria absoluta, observado o quórum mínimo de 257 votantes.

Se isso não ocorrer, os dois mais votados concorrem em segundo turno e será eleito aquele que obtiver maioria simples. Em ambos os casos, os votos em branco serão contados para efeito de quórum. No caso de empate, prevalecerá o candidato com maior número de legislaturas. Se ambos tiverem o mesmo número de mandatos, vencerá o mais idoso.

Inicialmente são apurados os votos para presidente da Câmara, que, após eleito, comanda a apuração dos votos para os demais cargos da Mesa Diretora.

Na última sexta-feira (21), Rodrigo Maia disse que só deverá decidir se irá concorrer à presidência da Casa para um mandato de dois anos em janeiro, após avaliações políticas com o seu partido e deputados. Na opinião de Maia, não há impedimento legal para que ele entre na disputa, pois não está escrito na Constituição que quem cumpre mandato-tampão não pode ser candidato à reeleição. Maia foi eleito para o cargo após a renúncia de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

A eleição está marcada para as 9h do dia 2 de fevereiro. No mesmo dia, em horário a ser definido, haverá sessão do Congresso Nacional para abertura da próxima sessão legislativa. A inauguração dos trabalhos prevê a presença de um enviado do presidente da República com a mensagem presidencial que será lida pelo 1º secretário do Congresso.

Da Agência Brasil

Tarifas de embarque reajustadas a partir de janeiro de 2017. Foto: Reprodução

Tarifas de embarque reajustadas a partir de janeiro de 2017. Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Aviação Civil  (Anac) publicou na edição desta segunda-feira (26) do Diário Oficial da União decisão de alteração unilateral no contrato de concessão de seis aeroportos do país. As alterações modificam, entre outros pontos, valores de taxas de embarque de voos domésticos e internacionais.

Serão alteradas as taxas nos aeroportos internacionais do Galeão, no Rio de Janeiro; de Cumbica, em Guarulhos (SP); Juscelino Kubitschek, em Brasília; Tancredo Neves/Confins, em Belo Horizonte; Viracopos, em Campinas (SP); e de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte.

Segundo a Anac, independentemente da tarifa praticada e dos reajustes decorrentes do contrato de concessão de cada aeroporto, para voos internacionais será aplicado valor adicional do Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) que corresponderá sempre a US$ 18. As alterações começam a valer a partir de 1º de janeiro de 2017.

Recife: 16ª posição no ranking de cidades mais vulneráveis do mundo quando se trata de mudança climática. Foto: Reprodução

Recife: 16ª posição no ranking de cidades mais vulneráveis do mundo quando se trata de mudança climática. Foto: Reprodução

Reduzir a erradicação de árvores e apostar em combustíveis mais limpos são duas das medidas que a Prefeitura do Recife promete adotar a partir de agora para sair da 16ª posição no ranking de cidades mais vulneráveis do mundo quando se trata de mudança climática. O plano foi anunciado na manhã desta segunda-feira (26) pela gestão municipal.

O Plano de Redução de Gases de Efeito Estufa (GEE) foi elaborado com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU) e aponta as principais ações de combate às mudanças do clima na Capital.

Segundo o levantamento mais recente, foi registrada na capital uma redução de 266,9 mil toneladas de gás carbônico, entre os anos de 2014 e 2015. No entanto, eventos como a Copa do Mundo, com mais voos, e a ampliação do consumo de eletricidade, agravaram o cenário ambiental.

Conforme a PCR, o plano será construído, mapeando as necessidades e áreas que mais precisam de atenção. Serão feitas campanhas de conscientização, mitigação de impactos e adaptação de efeitos irreversíveis.

No conjunto estão também a adoção da bicicleta, energia solar, reciclagem e a construção de mais áreas verdes. A ideia é de que sejam políticas do poder público e também da iniciativa privada.

 

Da FolhaPE

Registro do rádio egipciense: André Moraes, Izaurino Brasil e Geraldo Palmeira defronte a Rádio Cultura AM.

Registro do rádio egipciense: André Moraes, Izaurino Brasil e Geraldo Palmeira defronte à Rádio Cultura AM na tarde deste domingo (25).

Na tarde deste domingo (25) este jornalista editor do Saojosedoegito.Net – Geraldo Palmeira – teve a satisfação de recordar grandes histórias do rádio egipciense. Recebeu a visita do grande radialista Izaurino Brasil que estava acompanhado de André Moraes.

Com Brasil, estive visitando outro grande companheiro, o jornalista João Carlos Rocha.

Registre-se que todos passaram pela Rádio Cultura AM. João Carlos foi o primeiro diretor e hoje gerencia a Gazeta FM, André Moraes foi narrador de futebol, Izaurino Brasil apresentador de programas jornalísticos e Geraldo Palmeira é o atual diretor e apresentador.

As conversas, relembrando fatos das coberturas da rádio e dos causos políticos, rolaram na residência de João Carlos até altas horas da noite.

Pra quem não sabe, Izaurino Brasil passou alguns anos atuando em São José do Egito. Anteriormente ganhou fama como um dos melhores repórteres policiais de Pernambuco tendo passado por várias emissoras em Recife. Esteve também na Rádio Educadora de Belém do São Francisco. Hoje comanda a Canabrava FM e o blog Jornal Gazzeta do Sertão, também naquela cidade do Sertão do São Francisco.

Após recorrer à Justiça, o Estado de Pernambuco conseguiu suspender as liminares que garantiam aos presidentes e vice-presidentes da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados Policiais e Bombeiros Militares (ACS) e da Associação dos Militares Estaduais (AME) o afastamento de suas funções na corporação para atuarem nas associações.

Com a suspensão os militares devem atender à decisão do Comando Geral da PM que os convocou a se apresentarem ao quartel para cumprirem jornada de trabalho.

Essa decisão do comando havia sido suspensa por duas liminares em favor de Alberisson Carlos da Silva e Nadelson Costa Leite (presidente e vice da ACS) e de Vlademir José de Assis e Yulo Eugênio Quixaba de Araújo (presidente e vice da AME).

Trecho da BR-101, na Paraíba. Reprodução: Google Street View

Trecho da BR-101, na Paraíba. Reprodução: Google Street View

Mais de 1.000%. Esse é o número apontado pela Polícia Civil, como registro de aumento na apreensão de drogas vindas do Rio Grande do Norte para a Paraíba através da rodovia BR-101. Além da Polícia Civil, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Federal (PF) também registram aumento de prisões e apreensões no tráfico. Os dados são comparativos entre 2015 e 2016 e revelam a necessidade de maior fiscalização e mais policiais na divisa paraibana.

As drogas que circulam entre Paraíba e Rio Grande do Norte, via BR-101, são maconha, a cocaína e o crack, de acordo com o chefe da Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal na Paraíba, o delegado Bruno Rodrigues.

Porém, a rota do tráfico não começa em nenhum dos dois estados, mas em países vizinhos ao Brasil, como o Peru, a Bolívia e o Paraguai, responsáveis pela produção da maconha, cocaína e crack entregues no Rio Grande do Norte e enviadas à Paraíba.

“O caminho das drogas entre Natal e a Paraíba é basicamente feito pela BR-101. As drogas vêm do Peru, Paraguai e Bolívia, chega em Natal e é enviada a Paraíba aos ‘cuidados’ da organização criminosa ‘Okáida’, que é próxima ao Comando Vermelho e recebe as drogas que abastecem a Grande João Pessoa”, afirmou o delegado Bruno Rodrigues.

A rota do tráfico também é conhecida da Polícia Civil. Segundo o delegado Walter Brandão, chefe da Polícia Civil em Mamanguape (PB), os estados do Mato Grosso do Sul e de Rondônia funcionam como receptores de drogas estrangeiras e responsáveis por enviar os entorpecentes para Natal (RN).

 

Do Portal Correio