Em entrevista ao Saojosedoegito.Net nesta sexta-feira (25) o 2º suplente de vereador eleito pelo PSB para o período 2017-2020, Rildo Fernando (Prato de Papa) disse que realmente cogita-se no grupo ao qual faz parte que o parlamentar reeleito Flávio Jucá (PSB) deverá mesmo se licenciar e assumir a direção do Hospital Maria Rafael de Siqueira, ficando sua cadeira disponível para o 1º suplente, Claudevan Filho (Rede), e que o parlamentar eleito Antônio Andrade (PSB) também deve licenciar-se para assumir cargo no Executivo, ato que abriria espaço para que ele conseguisse, consequentemente, a segunda vaga.

Prato de Papa apoiou o candidato Evandro Valadares – eleito prefeito para seu 3º mandato – obteve 467 votos nas eleições de 02 de outubro passado.

Acompanhe no vídeo!

45,1% da população se declarou parda em 2015, enquanto 45,2% disseram ser brancas. Arte: Reprodução

45,1% da população se declarou parda em 2015, enquanto 45,2% disseram ser brancas. Arte: Reprodução

Pela primeira vez a população brasileira que se declara parda atingiu praticamente o mesmo nível daquela que diz ser branca no país.

É o que mostra a Pand (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada nesta sexta-feira (25) pelo IBGE, com dados de 2015.

De acordo com o instituto, 45,1% da população se declarou parda em 2015, enquanto 45,2% disseram ser brancas.

Na pesquisa, é perguntado ao entrevistado qual sua cor: branca, preta ou parda. A soma de pretos e pardos compõe a raça negra. A população autodeclarada preta respondeu por 8,9% dos entrevistados.

Historicamente, há uma autodeclaração baixa de negros no país. Na passagem de 2014 para 2015 não houve grandes alterações na composição das raças.

A série histórica, no entanto, mostra que brancos vêm em trajetória decrescente desde 2004. Em 2006, a soma de negros e partos superou a de brancos pela primeira vez.

Há aumento, ainda que ligeiro, na autodeclaração de negros ano a ano. O Brasil é o país com mais negros fora do continente africano no mundo. Estudiosos das questões raciais brasileiras atribuem o aumento gradativo da autodeclaração aos movimentos de afirmação dos negros e de combate ao preconceito no país.

A região Nordeste é a que tem maior população autodeclarada preta (11%). No Norte, a maioria se declara parda (70,2%). No Sudeste, 52,9% declararam-se brancas, 9,7% pretas e 36,5%, parda.

 

Da Folhapress

Os recursos distribuídos entre os municípios brasileiros corresponde a 1% do FPM. Arte: Reprodução

Os recursos distribuídos entre os municípios brasileiros corresponde a 1% do FPM. Arte: Reprodução

As prefeituras da Paraíba devem receber no início de dezembro R$ 121,8 milhões. Segundo a Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o montante seria referente à parcela extra do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), tradicionalmente repassado no mês de dezembro.

Em todo o país o valor da parcela extra ultrapassa R$ 3,7 bilhões. O dinheiro deve ajudar prefeitos a encerrarem o último ano de mandato com as contas em dia. Os recursos distribuídos entre os municípios brasileiros corresponde a 1% do FPM.

O repasse extra de 1% é uma conquista da CNM e foi atendida pelo Congresso Nacional após a aprovação da emenda constitucional 55/2007. Desde a publicação da emenda até o repasse estimado para 2016, a conquista soma a quantia de R$ 26,2 bilhões a mais para os cofres dos municípios.

manifestacao_sje_251116_03

Protesto no Centro de São José do Egito. Fotos: Erbi Andrade

Sexta Feira, 25 de novembro, dia marcado por protestos em todo país contra a PEC que limita os investimentos em saúde e educação nos próximos 20 anos, contra a reforma do ensino médio e contra o governo de Michel Temer.

As grandes manifestações se concentraram em várias capitais, mas cidades do Pajeú, como São José do Egito e Afogados da Ingazeira, também tiveram bom número de pessoas nas ruas.

Sindicatos rurais e de categorias se juntaram para defender uma só bandeira. Segundo eles, “o povo não merece essa PEC”.

Professores das redes estadual e municipal, alunos e trabalhadores estiveram mobilizados em algumas vias da Capital da Poesia para protestar.

Empunhando bandeiras e cartazes, gritando palavras de ordem, cerca de 150 pessoas participaram do ato no Centro de São José.

A manifestação só foi concluída com discursos dos sindicalistas.

 

Com informações de Erbi Andrade

manifestacao_sje_251116_04    manifestacao_sje_251116_06

Em todo o Brasil esta sexta-feira é um dia marcado para a realização de protestos de diversas categorias trabalhistas. Arte: Reprodução

Em todo o Brasil esta sexta-feira é um dia marcado para a realização de protestos de diversas categorias trabalhistas. Arte: Reprodução

Manifestações contra algumas reformas propostas pelo Governo Federal, como a PEC do teto dos gastos públicos, estão acontecendo em diversos trechos das rodovias federais em Pernambuco nesta sexta-feira (25). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no km 07 da BR-101, no município de Goiana, na Zona da Mata Norte, o Movimento Sem Terra está realizando um protesto e interditando a via. A manifestação é contra algumas reformas propostas pelo Governo Federal, como a PEC do teto dos gastos públicos.

Outros pontos da BR-101 que seguem interditados, também de acordo com a PRF, são o km 41, em Igarassu, e o 124, em Escada. Na BR-232, o km 15, em Jaboatão dos Guararapes, também está interditado, assim como o km 27, em Moreno, ambos na Região Metropolitana do Recife.

Em todo o Brasil esta sexta-feira é um dia marcado para a realização de protestos de diversas categorias trabalhistas. O Dia Nacional de Lutas, Greves, Paralisações e Protestos é uma ação em defesa da saúde e educação, contra medidas propostas pelo Governo federal, como a PEC 55, a reforma do Ensino Médio, a reforma trabalhista, entre outras pautas.