vereadores-da-proxima-oposicao-confirmar-que-nao-migram-pra-grupo-de-evandroO jornalista Geraldo Palmeira Filho entrevistou neste sábado (29) seis vereadores eleitos dos sete que farão oposição ao futuro prefeito de São José do Egito, Evandro Valadares. Do Debate na Cultura (AM 1.320 KHz) participaram Alberico Tiago, Alberto de Zé Loló, Aldo da Clipsi, David Teixeira, Doido de Zé Vicente e Tadeu Gomes. Apenas Rona Leite não compareceu porque estava viajando.

Toda a entrevista girou em torno da eleição da próxima Mesa Diretora da Câmara de Vereadores. Esse é o assunto que mais movimenta as rodas de conversas e os bastidores políticos da terra dos poetas. Quem será o presidente da Casa do Povo no biênio 2017-2018?

 

O que os vereadores eleitos disseram:

Albérico Tiago

“Estamos colocando nossos nomes para avaliação. Entraremos num consenso. Aquele que melhor representar nosso grupo será o escolhido. Faremos oposição de maneira propositiva.”

 

Alberto de Zé Loló

“Vamos no consenso. Somos um grupo e vamos estar juntos seguindo as orientações dos nossos líderes Dr. Romério Guimarães e do ex-deputado José Marcos de Lima.”

 

Aldo da Clipsi

“Vai ser muito criticado qualquer um do grupo de trair o conjunto. O povo nos elegeu pra estarmos nesse grupo. Temos que honrar essa confiança e fazermos a próxima oposição. O povo não vai entender traição.”

 

David Teixeira

“Todos do nosso grupo estão aptos a exercerem a presidência da Câmara. Não quero impor a minha candidatura. Estou disponível para dialogar com todos os meus colegas e vamos chegar a um resultado comum.”

 

Doido de Zé Vicente

“Estamos unidos, os 7 vereadores da próxima oposição, para fazermos a presidência da Câmara. Quero ser candidato à reeleição mas também posso votar em qualquer um do nosso grupo.”

 

Tadeu do Hospital

“O presidente tem que ser feito dentro do nosso grupo. Não há como 7 perderem pra 6. São 7 homens de palavra. Vamos fazer uma oposição coerente mas que sabe cobrar o que foi prometido. Tenho certeza que nenhum de nós vai trair a confiança do povo de São José do Egito.”

 

O momento mais polêmico:

Quando perguntado a todos se há alguma possibilidade de deixarem o atual grupo para integrarem o grupo do prefeito eleito Evandro Valadares na possibilidade de algum ser eleito presidente por ter migrado, a resposta de todos foi a mesma: “Não!”

Os 6 vereadores eleitos deixaram claro que em nenhuma hipótese votariam em candidato de Valadares ou trocariam de grupo para serem votados por parlamentares da próxima situação.

No vídeo a seguir você escuta as respostas de cada um dos entrevistados quando disseram que não mudarão de grupo.

documentario-brasileiro-menino-23-disputa-vaga-no-oscar

Foto: Divulgação/Site Menino23

O filme “Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil”, dirigido por Belisário Franca, está na lista de inscritos para o Oscar na categoria de melhor documentário. Ele concorre com outros 144 títulos a uma das cinco vagas. O filme, ganhador de melhor roteiro e montagem no Cine Ceará e que já esteve em cartaz em São Paulo, conta a história de 50 meninos levados de um orfanato no Rio para uma fazenda no interior de São Paulo para serem submetidos a trabalhos forçados e violência física.

 

A família que escravizou as crianças no período do Estado Novo fazia parte do movimento integralista e simpatizante do nazismo. Da lista de 145 filmes, a Academia vai selecionar 15 documentários, cujos títulos serão conhecidos em dezembro. Em janeiro, após nova seleção, serão anunciados os cinco finalistas. Entre os concorrentes mais fortes de “Menino 23” está “A 13ª Emenda”, filme da diretora Ava DuVernay sobre racismo e o sistema carcerário dos Estados Unidos.

Confira o trailer da obra

fenearte-01

Interessados em participar da Fenearte 2017 só têm até a próxima segunda-feira (31) para realizar a pré-inscrição. O procedimento deve ser feito através deste site, na aba “Pré-Inscrição”. Considerada a maior feira de artesanato da América Latina, a próxima edição da Fenearte será realizada de 06 a 16 de julho de 2017, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda.

Neste ano, a Feira atraiu mais de 300 mil pessoas durante os 11 dias e movimentou mais de R$ 40 milhões em negócios. As oportunidades são para todos os setores do evento: artesãos individuais de Pernambuco, estados, representantes internacionais, prefeituras pernambucanas, associações, setor de alimentação, redes solidárias e Sebraes.

A pré-inscrição não garante a participação do candidato na Feira. Todos os expositores selecionados serão anunciados posteriormente para comercialização dos estandes. Eventuais dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone (81) 3181-3454, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou através do e-mail fenearte@centrodeartesanato.pe.gov.br.

 

No evento, o público poderá conferir:

– Fenearte Sustentável

– Espaço Interferência Janete Costa

– Espaço Sebrae de Artesanato

– Alameda dos Mestres

– Salão de Arte Popular Ana Holanda

– Espaço Infantil

– Salão de Arte Popular Religiosa de Pernambuco

– Oficinas de Artesanato

– Desfiles de Moda

– Rodadas de Negócios

– Praça de Alimentação

– Apresentações Culturais

– Food Park e Food Bike

joao-paulo-e-geraldo-julio-fotos-de-gustavo-bezerra-pt-humberto-pradera-psb

João Paulo (PT) e Geraldo Júlio (PSB) Fotos de Gustavo Bezerra/PT – Humberto Pradera/PSB

O último debate entre o prefeito Geraldo Julio (PSB) e o ex-prefeito João Paulo (PT), candidatos à Prefeitura do Recife, foi morno, com uma sucessão de comparações entre as duas administrações. Os dois enfrentaram-se na noite desta sexta-feira (28), na TV Globo.

As críticas –bem mais contidas que no debate do dia anterior– se deram quando o candidato do PT comentava a atual administração e quando Geraldo analisava os oito anos em que João Paulo administrou a cidade.

As polêmicas começaram quando eles trataram dos índices de segurança e das condições das escolas municipais.

“A única fez que o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) teve queda foi durante a gestão dele”, criticou Geraldo Julio.

“O candidato tenta esconder a péssima realidade da educação na cidade do Recife”, rebateu João Paulo.

O ex-prefeito do Recife lembrou o aumento da insegurança na cidade. O atual prefeito culpou a crise econômica como motivo para o crescimento da violência e disse que a culpa disso era do PT.

Geraldo Julio voltou a ser chamado de “vendedor de ilusões” e “ingrato” por João Paulo. “Ele é um ingrato declarado”, afirmou o petista.

“Você desconhece tudo o que o PT faz. Você trabalhou no nosso governo.

Você teve quadros do nosso governo. Você tenta desconhecer tudo o que fizemos aqui”, disse, chamando o candidato do PSB de “robozinho”, por causa do estilo de fala do prefeito.

O candidato do PSB ironizou o adversário. “O candidato do PT já começa a perder a calma”, disse Geraldo. “Nada do que a gente fez presta. Ele bota gosto ruim em tudo.”

Enquanto João Paulo listava recursos federais repassados para o município e não utilizados, segundo o petista, Geraldo Julio citava obras nacionais não concluídas pelas administrações dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

João Paulo também acusou Geraldo Julio de “maldade” com os servidores municipais. Geraldo Julio disse ter feito “muitos concursos”, além de ter concedido reajuste acima da inflação.

Pesquisa Datafolha divulgada na terça-feira (25) aponta que Geraldo Julio tem 59% das intenções de votos válidos contra 41% de João Paulo Lima (PT). O resultado é praticamente igual ao da pesquisa anterior, de 11 de outubro, que apontava Geraldo com 58% contra 42% de João Paulo.

Considerando os votos gerais, incluindo brancos, nulos e indecisos, o prefeito subiu de 47% para 50% das intenções de voto. O petista manteve 34%.

 

 

Fonte: Uol / Daniel Carvalho